Pré Agenda CMG Impact 2019 atualizada

Confira a última atualização da pré agenda do CMG Impact 2019

CMG imPACt 2019_Pré-Agenda-2

CALL FOR PAPERS 2019

COMPUTER MEASUREMENT GROUP BRASIL

14TH CMG BRASIL PERFORMANCE AND CAPACITY PLANNING CONFERENCE

CALL FOR PAPERS 2019

O CMG Brasil convida seus membros e demais profissionais envolvidos em TI para enviar sua proposição de palestra (abstract) para apresentação no evento CMG imPACt 2019, a ser realizado no dia 14 de maio de 2019 (data a ser confirmada)  em São Paulo, capital.

O Computer Measurement Group (CMG) está sendo totalmente remodelado para atender a velocidade da Transformação digital no tocante às  necessidades decorrentes de planejamento, análise de desempenho e otimização das organizações envolvidas.

TEMAS CORRENTES:

o   Digital Transformation/Digital Enterprise/Platform Engineering.

o   Cloud

o   Computação Cognitiva, AI, Machine Learning

o   Data Science

o   Analytics

o   IoT (Internet of Things)

o   Mobility

o   Blockchain

o   Gaming

o   Redes Sociais

o   Crypto Currency

o   Análise de Escalabildade

o   Cibersecurity

o   Microservices

  • TEMAS TRADICIONAIS:

o   Performance e Capacidade de Infraestrutura, Aplicação e Teste.

o   Mainframes/Outras Plataformas distribuídas

o   Gerenciamento de Serviços/Network Otimiztion.

o   Storage

DATAS:

Agradecemos o rigor na observação das datas abaixo, para não criarmos constrangimento na não aceitação de artigos, apresentações atrasadas.

Submissão de abstracts: até 11/03/2019 (Proposta do assunto de 5 a 10 linhas)

Análise dos abstracts pelo board técnico: até 18/03/2019

Entrega das apresentações pelos palestrantes:  até 15/04/2019.

Muito importante:

1             Os artigos e as apresentações deverão obedecer às regras do CMG imPACt Internacional que estão anexas.

2             As propostas dos assuntos (abstracts), as apresentações e eventuais dúvidas deverão ser encaminhados diretamente para o e-mail paulaiochpe@gmail.com, a fim de centralizar a distribuição dos trabalhos para o board técnico nas datas agendadas para cada fase.  O telefone celular 019 9.9223-8246 também está disponível para esclarecer quaisquer outras questões.

3             As palestras devem ser isentas de marketing, alusão a produtos, promoção pessoal ou qualquer informação que tenha por objetivo alavancar vendas. É facultado aos nossos voluntários class managers pedir para que o palestrante se atenha ao assunto de forma isenta. As palestras de marketing de patrocinadores serão evidenciadas como marketing e realizadas em horário e local pré-determinado para que os participantes possam assistí-las.

4             Qualquer que seja o tema apresentado deverá obedecer o viés analítico de performance, otimização, modelagem, planejamento de capacidade, testing, representando um valor agregado ao membro participante e sua organização/empresa de origem.

COMPARTILHAR INFORMAÇÕES CORRETAS É A PEDRA ANGULAR NO DESENVOLVIMENTO DE UM PAÍS.

São Paulo, 01 de Fevereiro de 2019.

João Natalino de Oliveira                         Etéocles da Silva Cavalcanti

CMG Brasil International Officer             Vice-presidente

Links:

CMG imPACt 2019 – 14th Performance and Capacity Planning Conference – Nacional – Chamada para Inscrições

14TH CMG BRASIL PERFORMANCE AND CAPACITY PLANNING CONFERENCE

Cloud, Mobility, Gamimg, IOT, Blockchain, Networking, Cibersecurity, Analytics, Mainframes, Distributed Computing

CONVITE INSCRIÇÕES 2019

O Computer Measurement Group Brasil – CMG BR, capítulo brasileiro do CMG Internacional (USA) é uma organização sem fins lucrativos, mantida por meio de contribuições de seus membros voluntários e patrocínios de algumas empresas que acreditam em nossa isenção no compartilhamento e evolução da TI.

Desde a sua constituição no Brasil em 2006, realiza eventos absolutamente técnicos abrangendo as disciplinas e subdisciplinas da área de planejamento de capacidade e análise de desempenho em TI evidenciando a necessária empregabilidade nas diversas tecnologias emergentes citadas abaixo. Nossas conferências anuais promovem um excelente momento para o profissional aprender e compartilhar tecnologia de altíssimo nível. Não há nada melhor do que assistir ou mesmo fazer palestras com estudos de casos reais ou ainda propor algo novo e diferenciado para a comunidade. No CMG a TI tradicional se atualiza e a TI de vanguarda se tradicionaliza, desde que esta última seja algo bom para nossas organizações e bom para o mundo em que vivemos.

As palestras e painéis abrangem hoje as áreas de Cloud, Mobility, Analytics, Blockchain, Networking, Cibersecurity, Modelagem matemática e conceitos básicos e avançados de gerenciamento de capacidade nas diversas plataformas/infraestruturas. A área de computação tradicional (mainframes/processamento centralizado) também continua sendo fortemente abrangida. Nosso público é formado de profissionais privados e públicos, estudantes, mestres e doutores nacionais e do exterior.

Nossas palestras e painéis, devido nossa isenção são rigorosamente selecionadas e analisadas pelo nosso board técnico para evitar propaganda ou promoção pessoal. Nossos patrocinadores, que contribuem com um mínimo necessário para a sobrevivência da organização/realização do evento, têm o seu espaço designado e também horário especial para divulgação de seus casos reais constando claramente o viés comercial para diferenciar das palestras eletivas.

Venha fazer parte desta comunidade e deste firme networking. Veja nossos trabalhos em nossos sites: Internacional: www.cmg.org.Brasil: www.cmgbrasil.com.

Segue abaixo as informações sobre nossa conferência anual:

Data: 14/05/2019

Horário: Das 8:00 às 18:00 horas

Local:  Faculdades Oswaldo Cruz

Endereço:  Rua Brigadeiro Galvão, 564 – Barra Funda – São Paulo – CEP 01151-000

Estacionamento: Scala Park – Rua Brigadeiro Galvão 498 ou Rua Barra Funda 423 (Preço R$ 10,00 por 12 horas)

Metrô: Estação Marechal Deodoro (2 quadras e ½ do local do evento)

Inscrições através do e-mail paulaiochpe@gmail.com ou pelo telefone 19 9.9223-8246, abertas até 13/05/2019, recomendamos que a adesão seja feita com antecedência, devido a limite de vagas.

Taxa inscrição: R$ 400,00  (valor de 2018 sem reajuste)

Universitarios: R$ 200,00

Taxa especial: R$ 200,00 (profissionais desempregados)

Palestrantes: isentos de taxa

Empresas com inscrições acima de 10 pessoas: desconto de 5%

Forma de pagamento da inscrição: Por meio de depósito, boleto ou transferência em conta

Favorecido: Computer Measurement Group Brasil – CNPJ: 08.513.920/0001-15

Banco:  Itaú Unibanco S/A  (341) – Agência 0740  – Conta 12271-8

Comprovantes de depósitos com todos os dados empresariais ou pessoais: Encaminhar para o e-mail  paulaiochpe@gmail.com, a fim de viabilizar a emissão de Recibo fiscal e cadastro.

Consulte a pré-agenda divulgada em nosso site http://cmgbrasil.com, que será divulgada também pela nossa mala direta.

 Contamos com a sua presença, reserve sua agenda para um dia especial no encontro de uma das melhores organizações mundiais de TI sem fins lucrativos. O Gerenciamento de Capacidade se tornou um “MUST e nós “Capacity Planners” estamos unidos pelo CMG.

 

São Paulo, 13 de fevereiro de 2019.

João Natalino de Oliveira
International Officer

Etéocles da Silva Cavalcanti
Regional Officer

Usando a abordagem Design Thinking no Planejamento da Capacidade

Adelson Lovatto

Design Thinking é uma abordagem para auxiliar no desenvolvimento de melhores produtos e serviços. Nesta apresentação descreveremos algumas técnicas, usadas nesta abordagem, e também seu possível uso no planejamento de capacidade e performance.

Internet das Coisas na plataforma Microsoft

Vivian Heinrichs – vheinrichs@hotmail.com

A Internet das Coisas já é uma realidade no nosso cenário mundial, inovando e transformando a forma como vivemos. Porém as soluções de IoT ainda podem ser complexas e trazem desafios na implementação. Nesta sessão veremos como podemos simplificar a Internet das coisas utilizando a plataforma Microsoft e um exemplo prático, da captura de dados de um dispositivo até a análise e ações que podemos tomar para criar cenários de monitoramento remoto, manutenção preventiva, entre outros.

Tudo que você sempre quis saber e sempre teve medo de perguntar, sobre Performance de Mainframe, é lógico…

Alvaro Guimaraes Salla – sala@maffei.com.br

Senhores.

Uma lembrança, já perdida nas dobras do meu tempo. Na época, para se responder à esperta pergunta sobre a utilização da CPU, olhávamos sem piscar, para frequência com a qual a lampadinha de Wait no painel do computador piscava. E vinha a resposta de timbre seguro, não longe da verdade: “uns 70%, minha senhora”.

Havia uma vantagem nesse método tosco, o custo era apenas o da tal lampadinha que às vezes tinha que ser substituída, e íamos que íamos.

Hoje, os Monitores de Performance invadiram a plataforma Mainframe oferecendo um universo de informações, geralmente misteriosas pelo entendimento de gerentes e técnicos. O gatilho foi a imensa necessidade do processamento comercial tem de se auto aferir. A metrificação do uso de recursos é uma necessidade capitalista, que se ausente, pode até significar a falência empresarial.

Os tais Monitores podem ser divididos em três grupos:

Oficiais, aqueles contidos no binômio z/OS e z Servers como: CPUMF, WLM, System Trace, MasterTrace, Component Trace e o maior de todos, o SMF. Há empresas que quase geram e processam mais dados de SMF, que aqueles negociais.

Externos e tradicionais como RMF, CMF, Mainview, Omegamon e outros…

Externos e modernos geralmente tóxico dependentes de registros do SMF e com processamento out of box. Além de monitorar alguns sugerem (ou executam modificações no sistema). Exemplos: BMC, ASG TMON, CA SysView, zRADAR, Throughput Manager, Intellimagic etc… Me perdoem algum esquecimento, por favor.

É conhecido que tem sua totalidade todos esses Monitores instalados em um CPD consomem por volta de 25% dos recursos de CPU da máquina, incluindo aqui o tempo não capturado. Mas nem por isso, não deixam de ter uma importância magna nas disciplinas de Performance e Planejamento de Capacidade.

Esta palestra aborda alguns dos milhares de números produzidos, principalmente aqueles envolvidos no tal aura de mistério, trevas e pasmo geral…

Portanto, o objetivo desta palestra é de alumiar tais dados trazendo a sabedoria que redime. Seguem alguns exemplos:

Numerificar a quantidade de shared pages, aquelas que pertencentes a áreas privadas de diferentes address spaces se localizam no mesmo frame da memória real. What a helll!!!.

Descobrir para que servem as métricas: número de writes, número de reads, número de castouts de uma estrutura de cache na Coupling Facility.

Materializar o futuro inspecionando números sobre HyperLinks.

Quando você vai calcular o valor de Consumed MIPS em uma LP, pela uso da fórmula que o converte de MSU/h o valor é inferior ao real. Já os Monitores fazem o cálculo correto. Neste caso, o velho e jovial palestrante vai explicar como.

Capture importantes dados de desempenho sobre operações de I/O de específicos métodos de acesso.

Você sabe o quer dizer o estado Unknown de um Address Space (ou Enclave) mostrado pelos Monitores? Confie no seu inglês e responda confiante ao seu velho e….

Um assunto que interessa a todos, transações e profissionais, ou seja, promoções. Vamos aprender sobre esse ato, pelo menos em relação ao primeiro grupo, e de como melhorar o desempenho geral do sistema.

Maktub

Hacking SQL Server

Marcus Vinicius Bittencourt – mvbitt@gmail.com

Como garantir a segurança de seu ambiente de banco de dados SQL Server​?
Nesta sessão vamos revisitar os conceitos de segurança, onde são aplicados, como evitar invasões e acessos indevidos.
​Veremos de que forma o SQL Server pode ser configurado para previnir o ambiente de ataques e como muitas vezes configurações equivocadas podem ser exploradas.​
Simularemos uma invasão ao SQL Server explorando alguns conceitos mal interpretados ou configurados e algumas vulnerabilidades que passam despercebidas no ambiente.

Measurement and Management of SQL Server

Marcus Vinicius Bittencourt – mvbitt@gmail.com

Nessa sessão será abordado técnicas para medição e monitoramento de um SQL Server. DBA’s e empresas pecam na monitoria de seus ambientes, dados extremamente importantes e métricas são perdidas por falta de acompanhamento destes dados. Identificar contadores importantes e como analisa-los de forma a ter informações valiosas do seu ambiente, é um caminho para o bom conhecimento da sua estrutura. Vamos ver métodos e formas de identificar o comportamento do seu ambiente e como testá-lo da forma correta. Como utilizar destas informações para criar baseline e dimensionar o crescimento antes de sermos surpreendidos. Como trabalhar de forma proativa e evitar esforços maiores, um ambiente bem dimensionado e monitorado, diminui a probabilidade de problemas repentinos. Monitorar e gerenciar nosso ambiente é uma atividade crucial nos dias de hoje, veja como tirar o maior proveito disso.

Cloud Continuous Integration –  A distributed approach using distinct services

André Rocha Agostinho – andre@magnadev.com.br

Em serviços de computação na nuvem a capacidade em compartilhar e disponibilizar serviços, escalar recursos computacionais e distribuir armazenamento de dados e arquivos exige um processo de implantação alinhado à agilidade e escalabilidade. Na era do “DevOps” a integração contínua possibilita um processo automatizado com o objetivo de reduzir o esforço operacional de equipes de desenvolvimento que se empenham em equilibrar entregas com qualidade e reduzir o “Time-to-Market”. Com o crescente aumento de serviços distintos de computação na nuvem, a integração contínua necessita atender diferentes plataformas, o que torna o processo de implantação ainda mais complexo. Este artigo tem como proposta demonstrar uma abordagem de integração contínua distribuída para diferentes tipos serviços de computação na nuvem cobrindo desde a configuração do processo à apresentação dos resultados em ambiente teste.

 

Melhores práticas de planejamento de capacidade aplicadas num projeto de Transformação DC Produtivo e DR (Disaster Recovery)

Jhony R. Ferreira – jhony.rferreira@gmail.com e Adelson Lovatto – adelsonl@gmail.com

Nesta sessão serão apresentadas técnicas usadas para otimizar a capacidade e a performance da infraestrutura de TI, habilitando a área de TI a atender as áreas de negócio com maior velocidade e reduzindo riscos