Monitoramento contínuo em dia de pico de consumo ajuda a determinar o número ideal de processadores LOGICOS definidos numa partição ZOS mainframe

Maria Isabel Soutello (IsabelSoutello) – migdsbel@gmail.com

Em período de pico pode ser necessário aumentar os processadores online numa partição sem prejuízo das outras no mesmo CEC e/ou mexer no peso direcionando mais capacidade para atender a demanda extra.

Medidas como “load average” e “# processors parked” quando salvas durante período monitorado e analisadas, podem corrigir ou refinar “tamanho” das LPARs, definido inicialmente no plano de capacidade.

Relação entre “load average” e # processors online” é mais exata que “% MVS utilization” para determinar número ideal de CPs lógicos, e “# processors parked” ajuda determinar % LPAR weight ou garantia no CEC.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: