Modelagem Analítica – Queueing Theory (Part I)

Palestrante: Etéocles da Silva Cavalcanti

Não é um assunto novo e nem uma novidade, mas … modelos de filas são ferramentas importantes para os profissionais que atuam na área de Capacity Planning e estão cada vez mais inseridos em muitos produtos e ferramentas, mas … quando modelos analíticos estão disponíveis para serem utilizados, tornam-se um problema sério pelo fato de há uma barreira quanto do seu uso e seus resultados, normalmente por falta de conhecimento, conceitos, premissas, métricas estatísticas e sobre os modelos. Esse assunto realmente tem uma complexidade teórica estatística muito alta e se entramos nos detalhes teóricos passamos a temer sobre seu uso e resultados. O objetivo é apresentar de uma forma simples e direta que modelagem analítica é ainda uma ferramenta importante e que devemos e podemos utilizá-la melhor se tivermos conhecimento melhor do seu uso e seus resultados. A simples construção de ferramentas que calcule todas as métricas estatísticas dos componentes de um sistema de fila, gera a oportunidade de realizarmos simulações com pequenas mudanças de parâmetros. Nos estudos de capacidade a utilização de teoria das filas passam a ter mais consistência e sua flexibilidade nas análises e/ou questionamentos complexos trazem respostas rápidas e consistentes aos nossos gestores na tomada de decisão.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: