CPUMF: O que é, como implementar, o que inferir. (Luiz Carlos Orsoni/MAFFEI)

Alguma vez, você já viu um ‘reloginho’ mostrando quantos MIPS uma máquina ‘tem’? Não??? Chegou a sua oportunidade de ver! Um dos co-autores do RedPaper 4727 explicará qual o propósito do CPUMF, como poderá ser implementado em Mainframes z10, z196 e zEC12 e o que pode ser inferido a partir dos Relatórios emitidos pela STC HIS=Hardware Instrumentation Services, a ferramenta que coleta os conteúdos dos Contadores e grava Registros SMF e OMVS.

 

 

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: