Modernização do Gerenciamento, Monitoramento e Provisionamento em Mainframes. (Eduardo Oliveira/IBM USA)

É sabido que mainframes possuem a característica de serem capazes de prover recursos para centenas de máquinas virtuais. O gerenciamento de máquinas virtuais em mainframe normalmente requer conhecimento especializado da plataforma e do hypervisor associado.Ate’ recentemente, a interface do mainframe com o usuário requeria conhecimentos específicos na navegação, estando limitada a entrada de comandos ou texto por teclado, via terminais de comunicação. A modernização deste processo é imperativa e por isso fabricantes/fornecedores de servidores que provêm recursos de virtualização estão se mobilizando. Nesta sessão vamos discutir a solução adotada para os mainframes e sua nova ferramenta de gerenciamento, monitoramento e provisionamento de máquinas virtuais. Será apresentada a arquitetura da solução e uma demonstração de suas funções.

Conceitos de Capacity Planning e Sysplex. (Fernando Ferreira/IBM Brasil)

Novas regulamentações, exigências de melhora ou garantias de alta disponibilidade, novos datacenters e sites de DR. Estas mudanças tem aumentado o número de empresas implementando Parallel Sysplex e mudado as configurações de ambientes já existentes. Planejamento de capacidade levando em conta o ambiente Sysplex traz novos desafios, preocupações e situações específicos a esta arquitetura. Esta apresentação irá falar de alguns destes aspectos, dificuldades e fornecer sugestões para estes processos.

 

z/VM 6.3 – Mudanças de Comportamento do hypervisor para suporte de partições até 1TB de RAM. (Lívio Santos/IBM Brasil)

O release 6.3 do z/VM leva aos clientes a partições até 1TByte de RAM. Nessa seção será demonstrado as principais mudanças no comportamento do hypervisor no gerenciamento de CPU e Memória para aguentar esse crescimento além dos cuidados adicionais que os administradores do ambiente devem tomar.

 

CPUMF: O que é, como implementar, o que inferir. (Luiz Carlos Orsoni/MAFFEI)

Alguma vez, você já viu um ‘reloginho’ mostrando quantos MIPS uma máquina ‘tem’? Não??? Chegou a sua oportunidade de ver! Um dos co-autores do RedPaper 4727 explicará qual o propósito do CPUMF, como poderá ser implementado em Mainframes z10, z196 e zEC12 e o que pode ser inferido a partir dos Relatórios emitidos pela STC HIS=Hardware Instrumentation Services, a ferramenta que coleta os conteúdos dos Contadores e grava Registros SMF e OMVS.

 

 

CMG 2012 – Uso de Lines no z196 – Luiz Orsoni

VSAM for EVER – Álvaro Salla

 

Apresentação

Paper