Como configurar seu zSystem para workloads rebeldes

Palestrante: Fernando Nogueira Alves Ferreira – IBM Brasil

Com a evolução das tecnologias de processador e o esgotamento do crescimento com base na frequência, a arquitetura e uso dos caches passou a ser cada vex mais importante na definição da capacidade dos processadores. Conceitos com caracterização de workloads, CPI (Cycles per Instruction ), RNI, cache miss, alocação de PUs por Book/Drawer, Hiperdispatch passaram a ser cada vez mais essenciais para entender o comportamento de desempenho dos servidores zSystems. Nesta apresentação vamos falar sobre esses conceitos e sobre como caracterizar workloads, entender fatores que podem afetar o uso da estrutura de caches e como melhor configurar e gerenciar as cargas do seu servidor.

Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: